Kiko Dittert: resenha das faixas “Black and White” e “Just One Death”

 O guitarrista Kiko Dittert (Dreadnox – Tribuzy) lança dois singles de seu novo trabalho, contando com um time de peso para completar o instrumental e as vozes. Na música “Black and White” temos uma mescla de power metal com uma pegada hard rock, onde as vozes ficaram a cargo do brasileiro Renato Tribuzy (Tribuzy)e a grega Maxi Nil (Jaded Star – Ex-Vision of Atlantis).
A faixa é muito bem estruturada, com um refrão marcante e um dueto dos dois  excelentes vocalistas, com dobras de vozes muito interessantes no refrão. O que vale a pena ser ressaltado é a maturidade da composição, que apesar de ser bem comercial é focada especialmente no resultado final. O solo, apesar de técnico foi feito pensando no melhor da música em si e não exclusivamente na guitarra e tem a duração perfeita para a faixa. A escolha dos dois vocalistas foi acertada, Tribuzy mostra um timbre mais maduro e canta linhas mais graves enquanto Maxi responde à altura com sua bela voz e uma pegada pop. O riff inicial do teclado mostra que existe espaço para que outros instrumentos mostrem a que vieram e nenhum deles ficou apagado ou desnecessário na música. Uma excelente faixa!
A faixa “Just One Death” começa com uma pegada mais pesada com o teclado definindo uma harmonia de tensão e os riffs cheios de guitarra combinando em um metal mais progressivo. Mark Boals (Ex-Yngwie Malmsteen – Ring of Fire – Royal Hunt) está em plena forma, cantando absolutamente na medida certa para a música fluir.
A música tem solos insanos, tanto do tecladista Bob Katsionis (Firewind – Serious Black) quanto do competente compositor Kiko Dittert. As mudanças de cadência, riffs melódicos e strings dão um ar meio oriental para a música, que acaba abruptamente, fazendo o ouvinte querer mais. Mais uma vez, chama muito a atenção a criatividade e foco em fazer a música soar bem e não como “trabalho solo de um guitarrista”. O time foi completado pelo excelente Mike Lepond (Symphony X) no baixo e o brasileiro Robson Pontes (Alliria – Rec/All) que destruiu nessa faixa.
Em um apanhado geral, estamos lidando com excelente música aqui. São duas faixas muito abrangentes uma em relação à outra, o que deve agradar a maioria dos headbangers de plantão. Fica no ar a curiosidade de como serão as futuras faixas e quem serão os músicos que acompanharão o competente Kiko Dittert.
Nota: 9/10
Confira o Lyric video de “Black and White”
https://www.youtube.com/watch?v=2FNXeCSyx2w
Por Gui Antonioli

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *